quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Soneto Inglês

Seus olhos quase verdes, instigantes
esferas luzidias como o Sol,
um corpo tenro, cálido e insinuante,
sua graça laça qual afiado anzol.
Estando entregue, onde achar farol
potente que iludisse o grande fosso
que se abre pleno cíumes, doente, louco
nadir frio? Como subo pelo poço?
Se ouvi o clamor-paixão, que teima rouco
conter, cercear, coagir minha vontade?
delírios prestes de irromper em dor!

Espera, Vence em mim meu próprio amor
 e agora posso apenas ter saudade.


Um comentário:

  1. casamento das palavras mais lindas que conheço. texto expressivo.

    ResponderExcluir